Feed
Posts

maquiagem

É comum vermos crianças (principalmente as meninas) vestidas como adultos em miniaturas. São muitos os produtos à venda que incentivam uma sensualidade precoce nas crianças. Também é bastante comum vermos crianças se apresentando na televisão, tal e qual alguns grupos musicais de adultos, cantando músicas com letras que elas nem entendem.

Um outro fato a ser destacado é a intoxicação que várias meninas já sofreram por estarem usando maquiagem de adultos, produtos para aos quais a pele tão sensível da criança não está preparada. Os programas infantis na televisão e muitas histórias em quadrinhos incentivam a violência e, por vezes, até são contra a família, uma vez que dificilmente há personagens com famílias completas e saudáveis. Estes e muitos outros itens nos indicam o quanto as nossas crianças estão queimando etapas da infância, sendo “atropeladas” por questões adultas, para as quais ainda não estão preparadas. Será que isto tem acontecido em nossos lares? Se for o caso, como os pais podem ajudar a criança a crescer de forma saudável?

Podemos alistar dez alvos que os pais devem adotar para ajudar a criança a crescer de forma saudável [Tedd Tripp, Pastoreando o Coração da Criança (São José dos Campos, Fiel, 1998)]. São eles:

1. Conhecer toda a Bíblia: Os grandes temas, os livros bíblicos na ordem, os principais textos bíblicos (Gn 1, 12; Êx 20; Sl 23; Is 53; Mt 5-7; At; Jo 3; Gl 5.22-23; 1Co 13; 1Tm 2; 1Co 12; etc.), sendo isto parte do culto no lar. Levar a criança a ler, memorizar e aplicar a Palavra de Deus (Sl 119.11, 33, 105, 130).

2. Aprender as principais doutrinas cristãs e ensiná-las à criança. O filho deve poder responder às grandes perguntas da vida, de forma clara e concisa. E, desta forma, os pais também alcançam um benefício extra: ao estudar para ensinar seus filhos, os próprios pais estão também ensinando a si mesmos, firmando-se mais ainda nas doutrinas cristãs.

3. Enfrentar a vida por uma perspectiva bíblica (ofensas, dificuldades, sofrimento). Ensinar a criança a lidar com seu pecado, dentro da sua capacidade de compreensão.

4. Treinar o caráter da criança nas virtudes cristãs: integridade, diligência, gratidão, lealdade, discer-nimento, pureza, mansidão etc.

5. Ensinar a criança a desenvolver-se socialmente. Muitas são as tentações envolvendo amigos, autoridades, professores, membros da família. É preciso incentivar a criança a ter bons amigos – escolhidos inicialmente pelos pais, e depois pela criança.

6. Preocupar-se em levar a criança a crescer academicamente, olhando o mundo através dos olhos de Deus (Sl 19). Levá-la a ler bons livros, de preferência biografias ou livros que estimulem a vida cristã, que mostrem o valor de seguir ao Senhor e obedecer a seus mandamentos (1Pe 2.21).

7. Treinar a criança a ter uma visão bíblica das possessões terre-nas. As pessoas são mais importantes do que nossas posses, que são presentes de Deus e instrumentos dados para o benefício dos outros.

8. Ensinar a criança a dar valor ao tempo (Ef 5.16). Ela precisa saber que o tempo não é para ser desperdiçado e que a vida é curta.

9. Ensinar a criança a ter disciplina. É preciso que a criança continue se esforçando depois de ter perdido o interesse no assunto ou projeto.

10. Aprender a controlar as emoções; agir de acordo com a verdade, baseada na Escritura, e não com os sentimentos. Não há dúvida que esta tarefa é grande demais para quem pretende fazê-la sozinho, por isto precisamos do Espírito Santo (Ef 3.16-18).

Concluindo, podemos dizer que as crianças precisam de instrução dos pais para adquirir sabedoria, temor e entendimento do Senhor (Pv 2.1-5). Elas precisam ser dirigidas, por não terem conhecimento maduro da vida. Este é o meio pelo qual as crianças ganharão sabedoria e entendimento (Pv 4.1; 31.1).

O tão conhecido versículo de Provérbios 22.6 diz: Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele. Que caminho é este? É o caminho da própria criança, segundo as suas características individuais e a sua vocação, mas não necessariamente segundo a sua vontade. Existe uma grande diferença aqui.

Precisamos ensinar as nossas crianças a andarem segundo a vontade que Deus traçou para a sua vida e não segundo a sua própria vontade. Qual é o padrão que você tem utilizado na educação dos seus filhos? Peça a Deus que o ajude a seguir o melhor de todos os padrões existentes, o único em que o seu filho alcançará a salvação eterna e a plena alegria nesta vida: o padrão de Deus, segundo as Escrituras.

Marilene do Amaral Silva Ferreira

Deixe uma mensagem

Spam Protection by WP-SpamFree