Dia 19 de março de 2020

 

O valor da renúncia - Zélia Pereira

Lucas 13.22-30 – 407 CC


“Mas ele responderá: ‘Não os conheço, nem sei de onde são vocês.Afastem-se de mim, todos vocês, que praticam o mal!’” (v.27).


     Quando somos rendidos pelo amor de Deus e temos Jesus como Salvador e Senhor de nossas vidas, somos acolhidos por uma graça inigualável e maravilhosa. Sentimo-nos amados por Deus, recebemos bênçãos preciosas e vencemos obstáculos que pensávamos ser intransponíveis. Entretanto, há um lado da vida cristã que acaba sendo negligenciado por muitos crentes em Jesus: a renúncia. A renúncia é a marca daqueles que realmente creem em Cristo. Quem diz sim para Deus precisa dizer não para si mesmo. O cristão que não aprende a renunciar ao que vai contra a vontade de Deus permanecerá imaturo e vacilante até o fi m de sua vida. A Bíblia ensina que o poder para renunciar é a prova mais concreta da conversão de um ser humano a Cristo. Lucas 13.22-30 sinaliza que Jesus estava pregando em várias cidades e povoados, locais onde provavelmente havia muitas pessoas recebendo alegremente sua mensagem de salvação. Quando questionado, porém, a respeito da quantidade de pessoas que seriam salvas, ele responde que os salvos têm em comum o abandono de tudo o que pode eventualmente rivalizar com o Reino dos Céus, indicando que seriam de fato salvos poucos entre os que se achavam salvos, apesar de muitos serem salvos em todos os lugares do mundo. Estejamos entre os fiéis o sufi ciente para trilharem um caminho digno de atravessar a porta estreita.

A renúncia é a marca daqueles que realmente creem em Cristo. Quem diz sim para Deus precisa dizer não para si mesmo.

© 2020 por União Feminina Missionária Batista do Brasil

(21) 2570.2848 | 0800.703.2848