• UFMBB

29/03 - Cisternas furadas

“Porque o meu povo cometeu dois delitos: eles me abandonaram, a fonte de águas vivas, e cavaram para si cisternas, cisternas furadas, que não retêm água” (v.13).

Jeremias 2.9-13 – 207 CC


Jeremias foi chamado pelo Senhor para ser profeta de Judá na ocasião da invasão dos babilônios. Uma tarefa difícil, para a qual se sentia incapacitado. Embora a relação do povo com Deus tenha sido comparada com a do matrimônio, parece que, com o tempo, o povo se esqueceu do que o Senhor já havia feito por eles. Às vezes, este tipo de amnésia também acontece conosco, seja por uma tendência à ingratidão ou por receio de sermos confrontados. Assim como alguns preferem não ir ao médico para não descobrir doenças, muitos não leem a Bíblia para não ter que abrir mão daquilo que sabem que não agrada o Senhor. Jeremias compara o comportamento do povo de Deus a cisternas furadas, ou seja, onde deveria haver vida jorrando, não se encontrava nada. Isso porque o povo fora infiel, deixara a fonte de água da vida (negaram o Senhor) e procurara seus próprios caminhos (confiando em cisternas furadas). Todo ser humano tem a necessidade de amar e ser amado, e é nessa busca desesperada pelo amor que muitos se perdem: “Como te esforças para buscar o amor” (Jr 2.33). Eles tinham a fonte de água viva, a fonte do amor, mas não perceberam isso, foram em fontes que não podiam oferecer vida. E você, como está sua cisterna? Onde você tem procurado encher-se?

Muitos não leem a Bíblia para não ter que abrir mão daquilo que sabem que não agrada o Senhor.á.


Autor: Pr. Farley Monteiro


Acesse www.ufmbb.org.br e se siga conectado a UFMBB!

@ufmbbrasil - https://www.instagram.com/ufmbbrasil/



29 visualizações

© 2020 por União Feminina Missionária Batista do Brasil

(21) 2570.2848 | 0800.703.2848